Estive recentemente em Joinville para o encontro de blogueiros (leia mais clicando aqui) e foi minha primeira vez no sul do país! Concluí que Santa Catarina é simplesmente linda e como nosso país é plural, com tantos costumes e culturas diferentes a pouca distância de nós!

Um pouco sobre Joinville

Confesso que não sabia muito sobre a cidade – quase nada! E ao longo da visita fui conhecendo mais sobre essa cidade que é conhecida como a cidade dos príncipes (tudo lá tem o nome ‘príncipe’), bicicletas, dança e flores. É classificada como a cidade mais rica de Santa Catarina, e o que você mais encontra por lá é cerveja, um povo sorridente e acolhedor, com muito amor pela sua cidade, seu estado e região.

Cheguei na cidade através do aeroporto, que achei bem distante do centro. DICA: há uma briga entre UBER e taxistas, portanto nem tente chamar um uber para ir do aeroporto até a cidade. Eles não tem autorização de parar na porta do aeroporto, te fazendo ir até a estrada para poder conseguir esperar e entrar no carro. Infelizmente não é tão seguro, obrigando você a pegar um taxi. Do aeroporto até o hotel ficou em torno de R$45 a corrida. Já na volta, consegui chegar no aeroporto de Uber normalmente.

Hospedagem: Ibis Joinville

A maioria de nós se hospedou no hotel Ibis Joinville, pela boa tarifa e localização central. Gostei muito do atendimento deles e com certeza recomendo para a estadia enquanto se visita a cidade. Além do atendimento ser excelente, o hotel é super moderno, possui café da manhã (não está incluso, pagamos R$21 por dia) e as camas são confortáveis.

O quarto em si não é espaçoso, mas para o que precisávamos foi mais do que suficiente. Pegamos um quarto compartilhado e com uma bela vista para a cidade.

Joinville: dica de hospedagem e roteiro de 3 dias

O hotel é super moderno, com um ar tranquilo e receptivo. Pra quem estiver de carro, o hotel oferece estacionamento e aqueles que viajam com crianças também são bem vindos, com um espaço para as crianças logo ao lado do lounge! Clique aqui e garanta sua hospedagem no Ibis!

Logo que cheguei, fomos almoçar no Madero, no Garten Shopping . O sanduíche é excelente e vale muito a pena tanto o preço quanto o tamanho do lanche! Além de ser enorme, é extremamente saboroso. To sonhando com ele até agora e querendo muito comer lá de novo! Aproveitamos também para experimentar a tradicional Cuca, doce muito famoso na cidade, que move até concursos para elegerem a melhor Cuca. Escolhi a de doce de leite e estava incrível! A cuca foi feita pela Ah, cucaria!

Joinville: dica de hospedagem e roteiro de 3 dias

Pontos Turísticos que valem a visita

Claro que a parte turística tem que fazer parte, portanto fomos até o pórtico da cidade para a tradicional foto na entrada de Joinville, além do registro na Rua das Palmeiras. Ali no centrinho é um ótimo ponto para quem quer explorar as lojas, dá pra fazer tudo a pé e ainda tem um shopping pertinho. O fim de semana foi de muito calor e sol, então foi extremamente favorável para registrar tudo e curtir a cidade.

Joinville: dica de hospedagem e roteiro de 3 dias

Joinville: dica de hospedagem e roteiro de 3 dias

Joinville: dica de hospedagem e roteiro de 3 dias

Onde Comer

Mais a noite estivemos no Mad Warf para experimentar as cervejas artesanais e alguns pratos típicos da cidade. Para quem curte cerveja, esta com certeza é a pedida certa!

Joinville: dica de hospedagem e roteiro de 3 dias

Outro lugar em que fomos muito bem recebidos e a comida era excelente foi o Biergarten, um restaurante super conceitual que oferece pratos alemães no maior estilo. Além da decoração e o cardápio completo, você também pode degustar os pratos na área externa. Não deixe de pedir: salsicha com queijo. espetacular!

Passeios e o que visitar na cidade

Conferimos de perto com uma visita exclusiva a Escola do Teatro Bolshoi. É simplesmente encantador! Se você tiver oportunidade, toda sexta tem ensaio aberto. Confira de perto esses bailarinos que são orgulho de Joinville e do Brasil. Esse é o tipo de passeio que NÃO PODE FALTAR na sua programação. A cidade conhecida por ser berço de dançarinos e bailarinos sedia todos os anos o festival de dança, na segunda quinzena de Julho.

No mesmo dia conseguimos embarcar no passeio do Barco Príncipe, tradicionalíssimo em Joinville. Ele percorre a baía Babitonga, passando por 14 ilhas e com uma parada na incrível São Francisco do Sul, essa cidade charmosíssima que me lembrou muito Havana! Não deixe de conferir o mirante por aqui.

Mirante do Morro da Boa Vista

Para coroar o passeio, marcamos presença no Mirante da cidade, que fica no Morro da Boa Vista, dentro do zoobotânico. É possível chegar lá de carro e estacionar na rua, ou colocar em um dos estacionamentos que ficam no pé do morro. Dali, é possível subir a pé (cerca de 2,5km até o topo) ou aguardar um ônibus para a ida e a volta, custando R$4, que para por ali a cada 20min.

No Mirante é possível observar em dias de céu aberto a Baía Babitonga e o centro de Joinville. O visual é incrível e garante fotos maravilhosas. Ele é equipado com um elevador para os idosos e deficientes poderem conferir a vista de cima, porém até o dia em que fomos infelizmente o elevador estava quebrado. Portanto preparem as pernas para subir inúmeros degraus até chegarem ao topo. A vista valeu muito a pena! Além disso, há outro mirante mais voltado para a cidade e algumas trilhas dentro da mata para quem quiser se aventurar.

Joinville: dica de hospedagem e roteiro de 3 dias

Joinville: dica de hospedagem e roteiro de 3 dias

Outros lugares que você deve visitar enquanto estiver em Joinville:

  • Museu Nacional de Imigração e Colonização
  • Museu Nacional do Bombeiro
  • Expoville
  • Museu da Bicicleta

 


Colabore com o blog fazendo sua reserva de hotel, carro ou passeio! Clique no banner abaixo e garanta sua viagem ajudando o Livre Embarque e sem gastar nada a mais por isso 🙂

Posts Relacionados

Share:
Escrito por Ana Luna
Fez intercâmbio, trabalha com turismo, viajou por aí e queria um espaço pra dividir suas experiências! Também é colaboradora do Maroon 5 Brasil