O que aprendi viajando sozinha

Cliffs of Moher

Explorando esse mundo por minha conta, algumas coisas ficaram claras pra mim em um primeiro instante. Outras eu precisei passar por alguns perrengues para captar e aprender. A lista abaixo contém algumas dessas coisas que aprendi e que espero que você aprenda também. Ou que pelo menos tenha em mente para poder viajar e curtir muito todas as aventuras que você planeja ter.

  • não dependa de ninguém;
  • teve vontade de fazer aquele passeio? VÁ. não espere ninguém. talvez essa seja uma chance única e você não quer perder né?;
  • coragem sempre. ninguém vai poder viajar por você. faça suas malas e vá;
  • se você tiver um conhecimento mesmo que básico do inglês, acredite nisso e use-o sem medo. você vai se surpreender no quanto já sabe e no quanto pode aprender;
  • quem converte, não se diverte. deu vontade de comprar? compra!;
  • desligue-se do Brasil e aproveite cada segundo da sua viagem. Quando você voltar, tudo estará igual por aqui;
  • não tenha medo de perguntar. tire sua dúvida e continue seu caminho;
  • seja esperto. muitos vão querer tirar proveito só pelo fato de você ser estrangeiro. se for mulher, então…
  • não é porque você tá na gringa que todos serão anjos do céu. pelo contrário. atenção redobrada;
  • ande sempre com dinheiro trocado (e moedinhas!);
  • ande com uma cópia do seu passaporte;
  • leve uma bolsinha pequena dentro da mala para colocar os documentos e itens indispensáveis. Ninguém quer ficar segurando uma bolsa enorme enquanto viaja né? ótimo também pra bater perna por aí sem se preocupar;
  • muitos vão duvidar de você. mas você não pode duvidar de si mesma. apenas embarque e aproveite;
  • não demonstre medo, isso dá abertura para muitas situações indesejáveis;
  • leve cadeados a mais! Vai que precisa né…
  • antes de sair pra passear, dê uma olhada no mapa para ter uma breve noção de onde você vai, como chegar lá e como voltar. faça um ‘scan’ da área;
  • aplicativos são nossos amigos! baixe apps úteis para a sua viagem, como aquele que permite o acesso aos mapas mesmo estando offline (chama maps.me – não deixe de baixar!)
  • quer economizar? faça uma lista antes da viagem de tudo que gostaria de comprar e foque nessa lista. claro que sair um pouco não tem problema, mas isso te ajuda a planejar os gastos, a comprar o que quer e ainda economizar;
  • não espere a vida toda para ser feliz, conhecer lugares e se presentear. APENAS EMBARQUE!
Continue Reading

1 ano de Livre Embarque

Coliseu Roma

É com muita alegria, que 1 ano depois estou aqui para agradecer! Agradecer por cada viagem que pude fazer, agradecer a cada leitor que veio até aqui ler um pouco das minhas ideias e dos colaboradores do blog e principalmente para os amigos e parceiros que acreditaram nesse blog junto comigo!

Comecei o blog em um período em que precisava de algo para me ocupar, algo pra investir meu tempo e usar minha cabeça para coisas úteis. Juntei as informações que tinha do turismo, com algumas coisas que sabia sobre wordpress e criei meu espacinho. Hoje o Livre Embarque ainda é pequeno, mas potente. É aqui que invisto meu tempo livre, que tento fazer meu melhor a cada dia.

Geralmente meus projetos não duram, pois acabo enjoando e querendo novos desafios, porém o blog nunca me deu a vontade de desistir, pelo contrário. Todos os dias procuro coisas novas e as melhores informações pra deixar esse espaço o mais completo possível pra você, leitor, que investe seu tempo em pesquisas para tornar a sua viagem a melhor experiência possível!

Fica aqui meu muito obrigada pra cada um que já leu o Livre Embarque, usou o blog como fonte de informação e acredita em cada linha publicada aqui. Espero poder colaborar cada dia mais com seus planos de viagem! ❤️

Continue Reading

25

Eu ia começar esse texto de forma tão poética, mas acredito que meus melhores textos saíram de forma natural. Então aqui vai.
Hoje completo 25 anos. Não me sinto nessa idade. Me sinto eternamente com 17 anos, porém com muito mais responsabilidade e segurança de mim e em mim. A Ana dos 17 aprendeu tanto, que conseguiu conservar a jovialidade e alinhar com a maturidade que a vida traz.
Maturidade essa que veio em grande parte de cada viagem que fiz. Não fiz muitas, vocês sabem, mas como boa geminiana, aproveitei cada segundo como se fosse o último. Então acredito que o fato de não deixar nada passar e viver intensamente me fez a pessoa que sou hoje. Absorvendo cada lugar, cada história, cada vivência.
Os sonhos me ensinaram a crescer e almejar meus objetivos. Saber que o céu é o único limite (ou não) me fez ir mais longe do que imaginei. E são apenas 25 anos vividos.
Que venham os próximos 25, 35, 45… ainda tem muito chão pela frente, muitas viagens a fazer, muito mundo pra conhecer! Que seja doce, aproveitável e feliz! Feliz 25.
Continue Reading