Varadero e região: Praias em Cuba

Texto e fotos por: Juliane Faria

Vedado

Malecón: é um calçadão de 7km a beira-mar da baía de Havana e passa por Vedado e o centro histórico. Minha dica é apreciar o pôr-do-sol nesta região.

Plaza de la Revolución: é o centro político de Cuba e onde ocorrem desfiles militares e celebrações oficiais. Aqui também encontramos o Memorial José Martí que fica na base do da torre e possui um elevador que alcança 139 metros de altura.

Fora do centro de Havana

Castillo del Morro: uma fortaleza militar de 1589 e tinha função de guardar a baía de Havana.

Varadero e região: Praias em Cuba

Finca la Vigía: Residência onde viveu o escritor americano Ernest Hemingway. A casa está exatamente como quando o escritor vivia alí, seus livros, móveis, coleção de troféus de caça e objetos pessoais, como sua máquina de escrever, ainda estão muito bem preservados. Seu barco, muito utilizado por ele para pesca, também está na propriedade.

Varadero e região: Praias em Cuba

Playas del Este: são as praias mais próxima a cidade de Havana, cerca de 40 minutos, e muito frequentadas pelos cubanos. A praia que eu visitava toda semana era a Playa Maria del Mar, possui uma curta faixa de areia, com muitas espreguiçadeiras que podem ser alugadas e um pequeno quiosque que vende comida e bebidas. O mar normalmente é bem tranquilo, quase sem ondas, o que dá uma sensação de estar em uma piscina. A praia no geral é bem suja, com muitas latas e garrafas espalhadas pela areia. Se você não vai a nenhuma outra cidade para curtir a praia mas não quer deixar Cuba sem colocar os pés no mar, talvez essa seja uma boa opção para você.

PLAYA GIRÓN

Logo na primeira semana conheci dois holandeses e um alemão que queriam viajar no final de semana seguinte para algum lugar que pudessem mergulhar e fazer snorkel. Conversaram com o diretor da escola e ele indicou Playa Girón. Eu tinha lido meu guia inteiro e virado a internet de ponta cabeça e não tinha ouvido falar desse lugar, como assim?! Acontece que esse realmente não é um destino muito turístico e mesmo sem ver fotos nem fazer pesquisa alguma decidi me juntar a eles quando me convidaram, afinal um lugar para fazer snorkel deve ser, no mínimo, interessante.

Para economizar com taxi, o diretor da escola foi até a rodoviária da Via Azul e comprou as passagens de ônibus para todos nós, indicou a casa particular de um conhecido dele na cidade e ainda nos deu dicas do que visitar por lá.

Saímos de Havana às 07h do sábado e cerca de três horas e meia depois já estávamos na cidade. No caminho, já próximos do nosso destino, a estrada seguia ao lado do mar azul-turquesa maravilhoso! Fiquei super empolgada com isso, eu amo praias com água clara, bem cara de Caribe mesmo!

Quando chegamos na rodoviária, o dono da casa particular onde iríamos nos hospedar estava nos esperando. Ele cobrava 25CUC pelo quarto duplo – a casa possui cerca de 4 quartos no total, todos muito bons, com ar condicionado, ventilador, frigobar e banheiros individuais. O café da manhã não estava incluído no valor, mas por 5CUC por pessoa comi o melhor café da manhã que provei em Cuba! Muitas frutas, sucos, leite, café, chá, pão, queijo, present, omelete, etc.

A vila possui inúmeras casas particulares, uma do lado da outra, e a dele ficava a cerca de 1,5km da praia, por isso ele nos emprestou suas bicicletas e fomos direito para lá. Mesmo com tantas casas, a praia estava praticamente vazia e as poucas pessoas que estavam alí eram os moradores. O azul da água não estava nem perto do que vimos no caminho, mas não deixava de ser lindo! Passamos o dia curtindo a preguiça deitados na areia.

Para almoço e janta, há algumas opções de restaurantes espalhados pela região, com preços um pouco acima do que eu vinha pagando em Havana, mas todos os pratos são muito bem servidos.

Já estava combinado com o dono da casa que no domingo iríamos sair para o ponto de mergulho. O ônibus, que segundo ele pertence ao próprio município, passa de casa em casa pegando os turistas que vão mergulhar – o transporte está incluído no valor de 15CUC assim como o equipamento de snorkel. E, para minha surpresa, o ponto de mergulho era justamente onde eu tinha achado o mar incrívelmente lindo no dia anterior! Era de tirar o fôlego e eu mal podia esperar para entrar na água.

A água era muito límpida, uma temperatura deliciosa e muitos peixes e corais! Ficamos muito tempo alí, cerca de duas horas e meia e eu não cansava! Acho que as fotos falam por si:

Varadero e região: Praias em Cuba

Varadero e região: Praias em Cuba

Eu não fiz mergulho, mas a holandesa que estava comigo disse que foi muito bom e que foram até o ponto onde há um navio afundado. Em seguida, fomos a um segundo ponto de mergulho, como não era muito distante de onde estávamos antes, ou seja, só seguimos um pouco mais pela estrada, achei que seria mais do mesmo e não entrei na água com a câmera. Mas é claro que tive que sair pra pega-la pois os corais eram muito maiores e os peixes mais coloridos!

No fim da tarde voltamos à rodoviária e pegamos o ônibus da Via Azul para Havana.

CAYO SANTA MARIA

Quando comecei minhas pesquisas sobre Cuba descobri um lugar chamado Cayo Largo, uma ilha ao sul do país com praias paradisíacas. Problema número 1: é extremamente caro. Existem passeios de um dia para a ilha e podem custar em torno de 250CUC por pessoa. Problema numero 2: é longe e só se chega de avião. Como existe um único horário por dia para ida e outro para a volta, o pouco tempo que eu teria (3 dias) seriam gastos mais com deslocamento do que curtindo o lugar. Também descobri, chegando em Havana, que estavam com algum problema (não descobri qual) mas não estavam emitindo passagens para a ilha. Bom, eu ainda queria visitar uma praia no estilo Cayo Largo e conversei com o diretor da escola para pegar algumas dicas e ele me sugeriu Cayo Santa Maria. Fui pesquisar no meu guia e na internet e achei bem interessante. O típico lugar de resorts onde você vai para curtir a praia, sem muitas opções de atrações por perto. Fui até a agência Gaviota para fazer um orçamento e adorei o resort que eles indicaram. Conversei com as duas brasileiras que conhecí em Havana e resolvemos fechar duas diárias do hotel – a diária do quarto triplo ficou em 74CUC por pessoa e o transfer 60CUC ida e volta por pessoa. Eu sou super mão-de-vaca com hospedagem, sempre procuro ficar hostel e priorizo mais a localização do que qualquer outra coisa que o hotel/hostel tem para oferecer. Nesse caso especificamente eu queria ir para relaxar e não ia fazer nenhum tipo de passeios no local, por isso achei um preço justo, até porque se trata de um hotel all-inclusive com uma boa avaliação no Trip Advisor (https://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g670039-d2477611-Reviews-Hotel_Playa_Cayo_Santa_Maria-Cayo_Santa_Maria_Villa_Clara_Province_Cuba.html) e recomendado pelo guia da Lonely Planet.

A viagem de ônibus de Havana a Cayo Santa Maria dura em torno de 5 horas e por isso resolvemos pegar duas diárias e não apenas uma para passar o fim de semana. Foi a melhor coisa que fizemos. O hotel era incrível, com 6 piscinas (!!!), ótimos restaurantes, bares na piscina e na praia, quarto super confortável e, claro, uma praia linda com um mar que mais parecia uma piscina. Pra quem gosta de curtir o hotel e a praia essa é uma ótima escolha, não só pelo local, mas também pelo próprio hotel. Ah, pra quem gosta de comprar souvenirs, o hotel possui uma boa lojinha com bom preço e qualidade. Outra dica também é um ônibus turístico que passa nos resorts à noite e te deixa no centro de Cayo Santa Maria – se não me engano, o preço é 5CUC por pessoa.

Varadero e região: Praias em Cuba

VARADERO

Eu tinha muitas dúvidas se deveria ou não ir a Varadero. É o lugar que a maioria dos turistas visita e isso estava me deixando um pouco em dúvida. Depois de conversar com algumas pessoas que já tinham visitado o lugar, achei que não seria uma má idéia, até porque ainda não era alta temporada.

Fui até a agência Cubatur e me disseram que só tinham disponibilidade de quarto individual em um resort que a diária custava 97CUC e o transfer de ida me custaria 25CUC – achei muito caro e de novo repensei minha ida. Conversei com a minha professora que me indicou uma casa particular que a pessoa cobraria entre 30 e 40CUC e ficava no centro de Varadero, além do que eu teria que gastar com transporte pela Via Azul +taxi e pelo menos 3 refeições diárias. Fui até a agencia Gaviota e pedi o quarto individual no hotel mais barato que eles tinham, saíria por 47CUC e o transfer por 15CUC! Valeria muito mais a pena por se tratar de um hotel all-inclusive, mesmo sendo 3 estrelas porque, como já disse, não sou exigente, e a avaliação no Trip Advisor era razoável (https://www.tripadvisor.com.br/Hotel_Review-g147275-d266654-Reviews-Hotel_Bella_Costa-Varadero_Matanzas_Province_Cuba.html ).

Cheguei no hotel e, comparando com o de Cayo Santa Maria, ele era muito mais simples. Mas mesmo assim era o suficiente para mim pelos próximos dois dias. Ele parecia pouco cuidado e antigo, a comida era servida em um único restaurante mas era boa. O que me incomodou foi a limpeza, as piscinas estavam com a água um pouco turvas e os talheres, copos e pratos do restaurante sempre com o aspecto bem sujo! Cheguei a pegar um copo com marca de batom.

Como minha ideia mais uma vez era relaxar e curtir a praia, achei que o local que eu escolhi cumpriu bem o papel. A praia tinha uma boa estrutura, o hotel disponibilizava espreguiçadeiras e um bar e, como a maioria dos hóspedes ficava na piscina, então a praia ficava bem tranquila.

Dentro do próprio hotel havia uma agência da Cubatur e como precisava comprar o transfer do hotel para o aeroporto de Havana, aproveitei para ver o preço do passeio de um dia para Cayo Blanco que haviam me recomendado. O preço é 60CUC por pessoa e incluia transfer, catamarã com bebidas a vontade + parada para snorkeling com o equipamento e almoço completo no único restaurante da ilha – também existe a opção para nadar com golfinhos que sai por 85CUC por pessoa.

Foi um ótimo passeio, os funcionarios do catamarã são muito animados e atenciosos, o local onde paramos por cerca de 45 minutos para o snorkel também valeu a pena e a ilha de Cayo Blanco é realmente linda. O restaurante era self-service e incluia frutos do mar, bebidas e sobremesa. Depois do almoço foi hora de curtir a praia até o horário de voltar ao catamarã. E para fechar o passeio, na volta para Varadero dois golfinhos seguiram o barco por um tempo!

Varadero e região: Praias em Cuba

Varadero e região: Praias em Cuba

De Varadero fui direto ao aeroporto José Martí em Havana e já sabia que existiam transferes para o aeroporto nas agencias dos hotéis (cobram em média 25CUC), mas para o meu azar, não havia nenhum transfer programado para o horário que eu precisava e tive que ir de táxi. Resumo: paguei 95CUC!! 🙁

Posts Relacionados

Share:
Escrito por Ana Luna
Fez intercâmbio, trabalha com turismo, viajou por aí e queria um espaço pra dividir suas experiências! Também é colaboradora do Maroon 5 Brasil