Fazer um intercâmbio hoje é muito mais fácil do que há 20 anos. Além dos valores serem mais acessíveis, as informações também estão mais claras, desmistificando aquela ideia de que ‘apenas gente rica viaja pra fora’.

Porém, alguns planejamentos são indispensáveis na hora de sentar para organizar as intenções de viagem. Um dos principais pontos que devem ser considerados na hora da decisão do intercâmbio é a parte de gastos. Fora a escola e a passagem, com que mais eu vou gastar? Veja abaixo alguns itens que devem ser considerados na hora de planejar seu intercâmbio:

ANTES DO INTERCÂMBIO

Você vai precisar de alguns itens antes de embarcar. O primeiro deles é claro, ter um passaporte. Explicamos direitinho como tirar seu documento neste post. Em seguida, é chegada a hora de escolher e pagar a ESCOLA/CURSO onde você vai estudar. E, por consequência, a acomodação. Ou seja, onde você vai se hospedar por todo o período. Geralmente, as escolas e agências vendem estes dois itens juntos, o que facilita tanto no deslocamento, quanto na adaptação posteriormente. Sobre opções de acomodação, você pode ler neste post.

Após receber suas confirmações de curso e acomodação, dependendo do destino e da carga horária do seu curso, você precisará emitir um visto de entrada no país. O visto é requisitado em países como: Canadá, Estados Unidos, Austrália e dependendo do tempo de curso também é preciso para Inglaterra e Irlanda, entre outros.

Tirou seu visto, deu tudo certinho? É o momento de comprar a passagem aérea. Não se esqueça que, como estudante, você pode encontrar tarifas mais baratas na hora de garantir sua passagem. Para saber mais sobre compras de passagem aérea, clique aqui.

Em seguida, você adquire seu seguro viagem, que deve cobrir desde o dia do seu embarque até o dia do desembarque de volta no Brasil. Veja mais informações também entrando neste post.

Com tudo na mão, você está prontinho para viajar e ter uma das melhores experiências da sua vida!

DURANTE O INTERCÂMBIO

Além de tudo que você já comprou para a duração do seu curso, você precisará de dinheiro para o transporte (da acomodação até a escola – ida e volta – e outros deslocamentos pela cidade) e para a comida. Algumas opções de acomodação oferecem Half Board ou Full Board, que nada mais é do que café da manhã e jantar inclusos, ou café, almoço e jantar inclusos. Porém nem todas oferecem e você precisará comprar sua comida por si só. Também é necessário considerar este gasto.

Já vi muito estudante deixando de comer para economizar dinheiro para outros interesses durante a viagem. Por isso é fundamental o planejamento financeiro. Além de você controlar seus gastos, você também não deixa de se alimentar e muito menos de fazer seus passeios na cidade. É fundamental estar bem para poder curtir ao máximo.


IMPORTANTE ANOTAR TODOS OS SEUS GASTOS PARA TER UMA VISÃO MAIS CLARA DE COMO ESTÁ SEU DINHEIRO E NO QUE VOCÊ ESTÁ GASTANDO. ISSO AJUDA A CONTROLAR E EVITAR PROBLEMAS MAIORES DURANTE A VIAGEM.


Claro que ninguém é de ferro e passeios e compras também entram no planejamento. Reserve uma graninha para estes quesitos. É fundamental conhecer o local e passear o quanto puder, portanto tenha dinheiro para estes dois pontos que são fundamentais na sua experiência do intercâmbio.

DEPOIS DO INTERCÂMBIO

O depois é carregado de muita saudade, nostalgia e vontade de voltar no tempo. Você fica com as fotos, as lembranças e as contas para pagar quando retorna ao Brasil. Acredite, um intercâmbio muda você, seu jeito de pensar, viver e ver as coisas. Você adquire maturidade, confiança em si mesmo e uma carga enorme de experiência para a vida toda.

Posts Relacionados

Share:
Escrito por Ana Luna
Fez intercâmbio, trabalha com turismo, viajou por aí e queria um espaço pra dividir suas experiências! Também é colaboradora do Maroon 5 Brasil