Destinos para curtir o verão europeu

Se você planeja viajar para a Europa e curte calor, o verão é a melhor época de conhecer os países por lá! De junho até agosto o sol brilha forte por lá – forte mesmo! Estive ano passado durante esta época em Roma e o calor era grande, uma delícia e ótima temperatura, já que amo calor!

Abaixo você encontra alguns destinos clássicos para os agitados de plantão e outros mais tranquilos para os que querem curtir o verão europeu!

Ibiza

Sol, praia e festas, Ibiza possui mais de 18km de praias para escolher a vontade. Prepare o bolso, pois a maioria das coisas nessa ilha são caríssimas! Para explorar a ilha de forma tranquila, alugue um carro ou uma moto: é essencial! Não se incomode com a quantidade de turistas se você pretende mesmo ir pra Ibiza nessa época. Sério, é lotado. Procure as festas e os ingressos com antecedência porque tudo esgota rápido na alta temporada.

Santorini / Mykonos

As melhores praias pra curtir em Santorini são a Perissa e Kamari, além claro da paisagem incrível da Grécia e sua cozinha eclética. Mykonos é a ilha grega mais popular do mar Egeo, portanto espere muitas coisas desse lugar surpreendente. Desfrute da praia durante o dia, esportes aquáticos e pela noite entregue-se para as festas famosas da ilha.

Brighton

Brighton é a praia de veraneio dos ingleses e um destino famoso para quem procura intercâmbio na Inglaterra. O píer da cidade oferece vida animada e diversão e fica bem pertinho de Londres: apenas 1 hora de trem. Não deixe de conferir o Real Royal Pavillion, exemplo de arquitetura! Já falamos sobre Brighton aqui, leia mais!

Roma

Destino completamente turístico, e garanto: estará lotado essa época do ano. Mas vale muito a pena curtir a cidade no calorzinho, tomar um vinho e comer na parte externa dos restaurantes. As fotos ficam mais bonitas! Só uma dica valiosa: em Roma, é possível encontrar inúmeras fontes pelas ruas e pessoas bebendo água dessas fontes. Se você tem o estômago mais sensível NÃO BEBA ÁGUA DESSA FONTE. Ela vem direto dos canos metálicos que ficam no subsolo e minha amiga que estava comigo passou super mal após beber essa água – eu não tive coragem nem de experimentar!

Capri

Não deixe de visitar a Gruta Azul quando estiver em Capri! É um dos lugares mais fascinantes de se ver e não desista se parecer impossível de entrar: vai valer a pena todo esforço! Para curtir a noite, marque presença na La Piazzetta, que tem a maior concentração de bares e drinks. Obrigatório conferir os Faraglioni de Capri, que nada mais são do que os três picos que emergem da água sendo o principal cartão postal do lugar.

Mallorca

Possui mais de 300 dias de sol, por isso a alta temporada aqui vai de maio até setembro. Confira de perto as melhores praias: Porto Cristo (a praia mais visitada), Portals Vells, Cala Varques e Cala Blava.

mallorca

Malta

Esta ilha ganhou a graça dos jovens pelo clima ótimo e belas praias. Além disso, inúmeras escolas de inglês se estabeleceram por lá, levando alunos de todas as idades. Prepare o bolso e a energia para encarar as baladas que por lá são constantes, principalmente na região de Saint Julian. O tempo por lá é definido: os meses de calor são extremamente secos e os de frio muito chuvosos. No verão o calor bate os 40ºC!

malta

E você, para qual destes destinos iria? ou já foi?

Se você tem interesse em viajar para estes ou qualquer outro destino, não deixe de reservar seu hotel através do Booking.com! Faça sua cotação abaixo:



Booking.com

Continue Reading

Visita ao Coliseu

Em junho, quando fui à Itália, tive a sorte de me hospedar pertinho do Coliseu (você pode ler sobre isso clicando aqui). Estava à uma distância a pé, então todos os caminhos começavam por lá. Porém, só tive a oportunidade de conhecê-lo por dentro no meu último dia em Roma.

Na frente do Coliseu, você encontra várias pessoas vendendo ingressos para o tour que acontece lá dentro, entre outros lugares turísticos da cidade. Porém a visita é gratuita todo primeiro domingo do mês. Então não precisei comprar ingresso nenhum.

E como a gente bem conhece, tudo que envolve GRATUIDADE, tem seus poréns. Além de ser um domingo, era início de temporada. Estava completamente cheio e com filas gigantescas. Mas a boa notícia é que as filas andaram super rápido. Chegamos no Coliseu às 9hs, e simplesmente entramos na fila e aguardamos. Nesse momento, é preciso ficar atento, pois muitos furam a fila, já que não há uma divisão nem organização. É tipo a fila do mercado. E além disso, tem muitas pessoas que querem vender o tour com guia em idiomas específicos. Sinta-se a vontade para contratar caso não tenha o domínio do inglês. O sol estava judiando, mas nada me tiraria dali. Eu queria MUITO entrar e ver de perto aquele marco histórico.

Na época que eu fui, a reforma do Coliseu estava em sua fase final. Por isso, alguns lugares lá dentro não tinham acesso permitido, e era possível ver andaimes em alguns pontos. Nada que atrapalhasse a visita. O legal de ficar na fila é poder ver com calma os detalhes da construção, e tirar foto com outras ruínas que ficam próximas.

Após algumas horas de fila, entramos e logo no começo nos deparamos com aquela imensidão. De fora não parece tão grande. Uma vez lá dentro, você adentra também aos livros de história. Roma é história pura. Aquele lugar detém muita energia, mesmo centenas de anos depois.

Para quem não sabe, vale a pena ler sobre a história do Coliseu antes. Até porque, se você for visitar em dias cheios como eu fui, vai ser meio impossível conseguir ler todas as placas que contam sobre a história do lugar (que estão em inglês, aliás). Então se tiver interesse, super recomendo saber o que rolou ali.

Já sabendo a história, não tem como você entrar e não sentir toda a energia daquele lugar. Para explorar o Coliseu, prepare-se para as escadas íngremes e com degraus irregulares, e principalmente para a eterna briga de conseguir um bom cenário para sua foto sem aparecer um desconhecido no fundo. É difícil, porém não é impossível. Ah, e vale a pena conhecer e explorar todos os andares.

Lá dentro tem também uma loja de souvenirs, um tanto quanto caros, mas algumas coisas valem o preço. Comprei um livro que reconstruíram várias obras de Roma digitalmente. Levei de última hora pro meu pai que estava no Brasil. Achei uma aquisição incrível e que valeu cada euro. Além disso, tem várias camisetas, cartões postais, enfim. Se não quiser comprar nada, a visita já vale a pena.

Para quem é apaixonado por história como eu, a visita é obrigatória. Eu poderia ficar um dia inteiro lá dentro, só lendo sobre o Coliseu e admirando a arquitetura infelizmente já deteriorada. Espero que você leitor, quando for para Roma, se encante e volte no tempo, como aconteceu comigo. É um lugar único e precioso!

Continue Reading

Minha experiência com Airbnb

Hoje vou falar um pouco sobre minha primeira experiência como cliente do Airbnb. Vou confessar que tinha um pouco de receio do tipo de serviço que a empresa faz o intermédio (ela faz a ponte entre os interessados em hospedagem e os que possuem vagas em suas casas para hospedarem alguém. Não oferece um serviço de hotel próprio). Pensava ‘ficar na casa de alguém? como confiar? e como o dono consegue confiar na pessoa que está hospedada em sua própria casa sem conhecer ninguém?’. É muito mais simples e prático do que se imagina.

Quando comecei a organizar minha viagem para a Europa, logo em fevereiro, minha amiga que me recebeu na Irlanda sugeriu que usássemos o Airbnb para nossas viagens a Londres e Roma. Fiz o cadastro no site e me permiti conhecer o famoso serviço de receber pessoas em casa a preços acessíveis. A empresa tem uma filosofia friendly, com alguns padrões a serem obedecidos pelos anfitriões.

Acabamos usando apenas o de Roma, e a experiência foi a melhor possível. Para escolhermos o local, consideramos a classificação do anfitrião, os valores, a localização e principalmente os comentários de pessoas que se hospedaram lá previamente. No momento em que você reserva o quarto/acomodação, você pode conversar com o anfitrião e tirar qualquer dúvida que tiver sobre a hospedagem. Importante verificar a política de cancelamento, caso haja algum imprevisto. No dia que chegamos, a dona estava nos esperando e nos deu todas as informações possíveis sobre o quarto, vizinhança, transporte entre outras dicas, sendo muito simpática. Ficamos à 10min a pé do Coliseu, então estávamos bem localizados, com transporte e mercados próximos. O quarto era ótimo, éramos em 3 pessoas (eu, minha amiga e o marido dela), estilo flat. No final, você também poderá avaliar a hospedagem e a anfitriã, deixando seu comentário para o próximo que estiver procurando onde ficar.

foto do quarto onde ficamos hospedados em Roma. Fonte: airbnb.com.br

Em resumo, recomendo demais a minha anfitriã em Roma e o serviço do Airbnb, que desmitificou tudo que eu pensava antes sobre hospedar pessoas estranhas em sua casa. A experiência foi incrível, e com certeza pretendo usar nas próximas viagens! Para quem está procurando hospedagem em Roma, este é o perfil do local onde ficamos.

Pra quem for usar o Airbnb pela primeira vez, clique aqui e ganhe um desconto de R$100 logo na primeira hospedagem!

E você, já usou o Airbnb? Se sim, manda sua experiência pra gente!

 

Continue Reading