GRÉCIA: A melhor refeição da viagem

grécia

Para quem não sabe, a Catarina Fernandes esteve no Livre Embarque contando sobre suas experiências gastronômicas pela cidade. No início do ano, ela e o marido foram viajar de lua de mel para a Grécia, e agora o relato é internacional! Acompanhem abaixo a melhor refeição da viagem do casal:

Texto e fotos por: Catarina Fernandes

Em meio a menus degustações e restaurantes famosos – ossos do ofício para quem trabalha e vive de comida 😂 – fomos parar em um restaurante em Atenas ZERO turístico. Não havia ninguém ali que não fosse grego. Famílias e grupos de amigos conversavam em voz altíssima (sempre parece que eles estão brigando). Eu não tenho a mínima ideia de qual o nome desse lugar nem sei o nome de nenhum prato que comi.

Entramos meio com medo, não tinha nada escrito em inglês. Cardápio? Só em grego! Começamos a olhar a nossa volta e eu só dava risada. Sorria porque em viagens o sorriso é a porta de entrada para atendimento por mímica. Uma garçonete fofíssima maravilhosa percebeu que o casalzinho estava completamente perdido e de alguma maneira perguntou em grego de onde éramos. Falamos “brasileiros” e pronto!!! A senhorinha maravilhosa era espanhola 🙏🙏🙏 ufa! Que alívio!

Vinho da casa e carta branca branca para a Maria trazer tudo que ela quisesse 😍 A Grécia é um banquete para os entusiastas da boa mesa! Vinhos, pães, azeites, queijo feta, azeitonas, alcaparras, iogurte. IOGURTE… depois dessa não consigo mais comer iogurte aqui. Deveria ser crime chamar vigor de iogurte grego 😂 Quero voltar!

grécia
O restaurante faz seus próprios embutidos

 

grécia
Não sei o nome do prato, mas estava um escândalo de bom. O pão veio bem quentinho.

 

grécia
Salada de batatas

 

grécia
Sobremesas:
Da esquerda – Ops, esqueci de tirar a foto antes de experimentar!! É um creme de iogurte (sempre ele) com um doce de cenoura em cima. Surpreendentemente delicioso! O da direita chama Baklava. Típico grego: doce de nozes com massa filo e mel 😍😍😍

Para quem quiser fazer uma paradinha por lá e comer, o restaurante TA KARAMANLIDIKA fica em Atenas: karamanlidika.gr/



Booking.com

Continue Reading

Love’s in the Air – uma noite no Ruella

Me desculpem por já começar com um clichezão. Na última semana comemorei aniversário de namoro e queria ir num lugar romântico e que nunca tivéssemos ido.
O primeiro lugar que pedimos orçamento para casar foi o Ruella, mesmo sem nunca ter pisado lá. As fotos são sempre incríveis e te convencem de que ali é o lugar perfeito para estar com seu par.
Fizemos reserva pelo telefone para o mesmo dia. Chegamos numa terça feira de noite super quente… O lugar é realmente tudo que eu tinha imaginado: romântico, agradável, calmo e com uma trilha sonora muito gostosa.

Ruella. Foto: site oficial
Ruella. Foto: site oficial

O cardápio é bem extenso e variado, mas apesar do nome ser Ruella Bistrô, pouco se assemelha a um menu de casas desse gênero. Você vai encontrar pratos com temperos orientais e comidinhas com um quê de exótico.
Para começar (não estava podendo consumir álcool) tomei um drink com frutas vermelhas e água com gás. Muito gostoso e custava o mesmo que um suco (algo em torno de 18 reais, achei o suco caríssimo).
Como nunca tínhamos ido lá pegamos uma entrada chamada pot-pourri, na qual vinham quatro canapés diferentes, sendo duas unidades de cada variedade. Bacana para experimentar, mas eu não pediria novamente… Iria direto ao prato principal: um risoto de camarão com cury picante. Duas coisas que amo são camarão e pimenta. Juntas então é pura alegria. Pedi uma pimenta da casa e fui surpreendida por uma geléia de pimenta absolutamente deliciosa 💗 Ah, vale dizer que o risoto é sem miséria! Lotado de camarões, hummm 😋
Nessa altura do campeonato eu já estava satisfeita, mas meu noivo disse: já que estamos aqui vamos pedir uma sobremesa. Escolhemos os profiteroles com Nutella e sorvete de creme e como sempre quase brigamos para decidir quem merecia comer mais (brincadeira, até que fomos pacíficos).
Achei os valores de acordo com o serviço e ambiente da casa. A única ressalva, como já mencionei antes é que eu pularia a entrada, até porque os pratos são bem servidos até para pessoas que comem bastante como eu! Vale muuuito a visita, com certeza voltaremos.
Outro ponto: não recomendo para dias de fossa porque das 10 mesas que estavam ocupadas 9 eram casais apaixonadinhos. #ficaadica

Para quem quiser conhecer: R. João Cachoeira, 1507 – São Paulo | Facebook | Site



Continue Reading

Quase totalmente frustrados

Dar dicas de lugares pra sair em São Paulo pode colocar a pessoa numa tremenda furada. Tanto para quem dá a dica, quanto para quem acata. A experiência de comer é muito particular, além disso a regularidade dos restaurantes em São Paulo é lastimável… Em poucos estabelecimentos pode-se dizer que não só a comida, mas o atendimento e eficiência vão ser como da última vez.

Pois bem, acatei a dica da revista Veja SP e fui conhecer um restaurante chamado Almodovar, na Rua dos Pinheiros na zona oeste. Chegamos domingo por volta das 13:30, a casa estava cheia, mas ainda havia mesas desocupadas. Fomos conduzidos até o lugar e esperamos vinte, repito VINTE minutos sem ninguém passar pela nossa mesa para entregar o cardápio. Nunca na minha vida eu havia feito isso. Levantei e fui embora. Extremamente chateada porque eu torço tanto pela gastronomia paulistana… Faço propaganda e divulgo para quem eu puder tudo o que gosto. Mas neste caso não tinha como. Saímos de lá totalmente frustrados.

A Rua dos Pinheiros é cheia de restaurantes. Depois dessa decepção eu queria um tiro certo. Decidimos entrar no Le Jazz que nunca decepciona. Já estive na unidade dos jardins e achei a comida, atendimento e ambiente muito parecidos.

Agora vamos finalmente a parte boa: de entrada uma grata surpresa! Lulas a carbonara. Com bacon picadinho e uma linda gema por cima. Acompanhado de uma fatia de pão para molhar no caldinho. Huuumm.

Meu prato principal foi um clássico do qual sou fã: filet au poivre (com muita pimenta verde do jeito que gosto). Ponto da carne perfeito! Muitas batatas fritas lindamente acompanhando o filet e espinafres.

Pedimos uma sugestão para o garçom de sobremesa e ele nos indicou uma torta de chocolate. Gente do céu, fiquei super irritada por ter que dividir com meu noivo!!! Estava divina.

Para fechar com chave de ouro um cafezinho de responsabilidade da Isabela Raposeiras, simplesmente a melhor barista do Brasil.

 

Às vezes as coisas não saem como havíamos planejado inicialmente… Às vezes elas são melhores ainda 🙂

Para quem quiser conhecer o Le Jazz: R. dos Pinheiros, 254 – Pinheiros, São Paulo – SP | Facebook | Site Oficial

Continue Reading