Novas regras para bagagens despachadas

As companhias aéreas possuem agora regras diferentes para a cobrança de bagagens a serem despachadas. Confira abaixo as regras vigentes para cada companhia e prepare-se para viajar sem surpresas na hora do check-in.

Créditos: Milhas Fácil e ABAV.

 

Avianca:

Não aplicarão taxas até o final da temporada, porém no segundo semestre valores podem ser aplicados.

Azul:

Taxas vigentes a partir de 1º de junho, classificadas como Mais Azul e Azul. A categoria Mais Azul mantém a prática tarifária atual, incluindo franquia de 23kg de bagagem e sempre estará disponível para compra. Já na Azul o cliente pagará mais barato pela passagem e poderá optar pela compra ou não do serviço de bagagem despachada. Nessa modalidade, se o cliente mudar de ideia, poderá incluir os 23kg de bagagem, a qualquer momento, por R$ 30. Caso o cliente ultrapasse essa cota de 23kg, será mantida a atual cobrança por quilo excedente. (Fonte: ABAV).

 



Continue Reading

Loogage: a melhor mochila pra quem curte viajar de forma prática!

loogage

Muitos parceiros estão com o Livre Embarque desde o início, acreditando na minha ideia louca de escrever sobre experiências e tudo que envolve uma viagem, seja ela nacional ou internacional. Eles foram escolhidos a dedo, pois sempre soube que queria comigo quem poderia adicionar ideias e projetos úteis aos viajantes! É o caso da Loogage, que lançou uma mochila extremamente útil e bacana para quem quer viajar com praticidade sem precisar abrir mão dos itens mais importantes de fazer a mala. Vejam abaixo os detalhes do lançamento da mochila TripTri e adquiram a sua o quanto antes! 🙂

Texto e fotos por: Aline Fabienski // Loogage

O projeto da mochila surgiu quando eu precisava de uma inspiração e um incentivo grande para desenvolver meu TCC. Foi um ano de pesquisa e testes de protótipos para desenvolver o projeto de conclusão de curso. A coisa rendeu tanto, que consegui um 10 de nota final e ainda teve um professor dizendo que um cliente dele tinha se interessado no projeto e que ia me por em contato com ele. Ouve um outro caso, onde uma pessoa se interessou pelo projeto, mas nenhuma das negociações deu certo (quem sabe, felizmente?). Assim, fui perguntar para esse professor o que eu faria, e ele disse para eu encarar e vender eu mesma. Então comecei a desenvolver um contexto por trás dessa mochila, uma marca, um plano de negócios e cheguei na Loogage com bastante esforço e aprendizado!

Loogage

Protótipo do tcc, em 2015. Bastante coisa mudou desde esse primeiro modelo.

 

Assim, foram feitos mais dois protótipos de teste para testar ergonomia e funcionalidades, para finalmente chegar na mochila mais versátil desse país! Ela é uma mochila modular, onde você pode retirar uma parte dela, e usar ela de duas maneiras, além de poder carregar a parte que você remove na mão.

Basicamente a estrutura se divide assim:

Parte 1, onde você guarda itens pequenos, de forma organizada e fácil de achar:

loogage

Parte 2, onde você guarda suas roupas, sapatos e cosméticos:

loogage

Com elásticos para prender a roupa:

loogage

E bolso para separar a roupa suja.

loogage

Parte 3, onde você guarda seus cabos e equipamentos eletrônicos:

loogage

Espaço para tablet.

loogage

Espaço para notebook.

Ainda tem um bolso escondido para você colocar seus documentos e um dinheiro.

loogage

Toda a estrutura da mochila é feita de Nylon Cordura, espuma de polietileno e nylon paraquedas. Isso faz com a que a mochila resista a rasgos, tensão, água e até impactos, mantendo seus itens muito bem guardados.

Ah, mas então você se pergunta: Essa mochila é pra mim?

Se faça essas perguntas:
-Você está cansado de perder tempo na esteira do aeroporto, esperando bagagem, ou se já teve problemas com mala extraviada?
-Já teve coisas quebradas ou roupas molhadas por cosméticos que abriram nas suas coisas?
-Não tinha como guardar sua mochila no locker do hostel?
-Já abriram os teus zíperes para tentar te furtar?
-Os bolsos não deixavam você organizar melhor a sua mochila?
-Você não quer perder tempo desmanchando mala, fazendo bagunça, para usar a mesma mochila?

Se você respondeu sim para alguma delas, essa mochila é para você! Para conhecer melhor a Loogage e a mochila TripTri, acesse o site www.loogage.com.br, e siga nas redes sociais: facebook.com/loogage e instagram.com/loogage

Continue Reading

Como levar remédios na viagem

remédios

Seeempre me perguntam algo relacionado com ‘levar remédios na mala’. Sempre surgem dúvidas quanto ao que pode ser levado na mala de mão, que substâncias podem ser levadas, etc etc. O que sempre me aconselharam e que sempre avisei meus clientes é: se você toma algum remédio diferente ou com frequência, leve sua receita em inglês para caso haja algum problema. Mesmo que não peçam, que não seja obrigatório, é melhor prevenir do que remediar. Importante ter na receita a prescrição e também o nome genérico do remédio.

Em vários países, como os Estados Unidos, remédios simples como dorflex ou qualquer outro utilizado para combater a dor muscular, precisam de receitas. Sofri uma vez com uma dor na lombar e não pude comprar na farmácia, minha amiga que levou o remédio me salvou! E era um simples dorflex… não adianta, lá é bem difícil comprar remédio. Previna-se!

Caso você tenha dúvidas para comprar, mesmo com a receita, não tem problema. Você pode simplesmente levar os remédios que deseja e que costuma usar no Brasil. Leve cartelas de dorflex, remédios para dor de cabeça, para cólica, para alergia (principalmente!), para gripe, febre, enjoos, pomadas para picadas e para tudo que você ver necessidade de utilizar durante a viagem. Pense em tudo que você pode precisar no dia-a-dia e coloque na mla. Eles podem ser levados na bagagem de mão, desde que os líquidos tenham tamanho menor que 100ml.

Também é super importante ter um mini kit de primeiros socorros: Bandaid, Merthiolate, Antiséptico etc. Outro item que a galera costuma esquecer, mas ele deve estar com você viajando ou não: protetor solar e creme hidratante (seja frio ou calor, precisa!). Importante colocar Bepantol labial ou qualquer outro hidratante para lábios que você costuma usar.

Se você é daquelas pessoas que costuma ingerir muitos remédios ou tem alguma condição clínica específica, visite seu médico antes e peça auxílio. Principalmente se você for viajar com crianças, torne o pediatra seu maior aliado e peça ajuda com os remédinhos para o pequeno ou pequena não sofrer longe de casa.

Importante também levar sua carteira de vacinação. Trate de achar esse documento INDISPENSÁVEL!

Não precisa se preocupar quando o assunto é esse. E espero que você não precise utilizar nenhum dos remédios que vai levar 🙂



Continue Reading