I left my heart in San Francisco – parte 1

Decidi que falar sobre San Francisco requer muito mais de um post. São muitas coisas pra falar, muitas emoções a compartilhar. Portanto, esse vai ser o primeiro de uma série que será postada por aqui.

Confesso que antes de fazer meu intercâmbio, nunca tive pretensão nem vontade de ir para SF. Talvez, um dia, conhecer a Golden Gate, mas nada que me tirasse horas na frente do computador pesquisando igual faço até hoje com Los Angeles.

De início, eu queria juntar a vontade de conhecer a Califórnia, com um investimento, que seria um intercâmbio de estudos. Dentro da minha área, encontrei um único curso que me interessava e naquele momento me senti frustrada pois o curso não aconteceria em LA, e sim em SF. Imediatamente comecei a pesquisar em como me deslocar aos fins de semana para Los Angeles. Resumo: não deu certo chegar em Hollywood. Resolvi aproveitar a belíssima cidade onde eu estava, que aprendi a amar ao longo dos 2 meses em que morei lá.

Sobre a experiência de ser estudante, vou contar em outro post. Hoje, vou falar da incrível oportunidade que foi conhecer San Francisco. Cidade recheada de charme, as casinhas no estilo vitoriano conquistam o coração de qualquer um. Constantemente me lembravam casinhas de boneca, ou até mesmo a lembrança do seriado ‘Três é Demais’ me vinha à mente.

A vida em SF é relativamente cara. O transporte é caro, mas é essencial, uma vez que dirigir pela cidade e principalmente estacionar por lá é tarefa quase impossível. O muni (uma espécie de bonde-metrô sobre trilhos pela cidade), o bart (metrô) e os ônibus te levam para os principais cantos da cidade, já que não considero SF tão grande. Além dos bondinhos, é claro, que te levam do centro até o píer. Porém também acho bem caro o ticket pra andar de bondinho (ou cable car, como eles chamam). Quando eu fui, em 2013, custava U$6, pelo que pesquisei o preço continua sendo esse. E sim, você anda pendurado, sentado, onde tiver espaço. Vai um cobrador dentro e alguém pra guiar o bonde (manualmente! Imagina a força!). Costuma ficar bem cheio, e as filas são bem longas. Recomendo que pegue nos pontos finais, como no centro ou no píer. Para economizar, você pode utilizar o bilhete único deles. Considerar que cubra as viagens de cable car e quantos dias você for ficar na cidade, relacionando custo x benefício.

Em San Francisco você encontra muita gente de todas as partes do mundo, mas principalmente orientais. É a cidade dos Estados Unidos que mais abriga orientais, entre eles chineses, coreanos, japoneses, e filipinos. A família que me hospedou lá é de filipinos! São uns amores <3 E são também os orientais a maioria nos cursos de intercâmbio como inglês, preparatórios e certificados profissionais. Lá também tem o bairro China Town, como de costume em quase toda grande cidade americana.

No próximo post contarei mais sobre a cidade mais linda da Califórnia e seus costumes locais. E você, já foi pra San Francisco?

Continue Reading

4 de julho

Hoje é comemorado o dia da Independência dos Estados Unidos. Já passei duas vezes essa data na terra do tio Sam, e posso dizer que nas duas vezes as expectativas eram bem altas, mas nada que me surpreendesse. Na verdade, o único e grandioso fato que me surpreendeu era perceber o quanto os americanos são patriotas e têm orgulho de sua nação. Confesso que nesse ponto, me deu uma invejinha.

Em 2012, eu estava na Disney em Orlando, e como era a primeira vez que eu tinha viajado para fora do país, imaginei que veria uma festa do tamanho das nossas de Ano Novo. O parque do dia era o Magic Kingdom, e a decoração era toda baseada na bandeira americana. Alguns fogos de artifício marcaram aquele dia, porém nada muito grande. E a reprodução da bandeira em vários lugares, inclusive no lago que corta o parque.

No ano seguinte, estava em San Francisco e não tive aula nesse dia por conta do feriado. Ao longo do dia víamos pessoas com suas roupas estampadas com a bandeira americana, esbanjando criatividade e patriotismo. As ruas cheiravam a churrasco, pois as famílias estavam fazendo o famoso ‘barbecue’ de 4 de julho. A cidade inteira se locomoveu até o píer para ver a queima de fogos. Nada muito impressionante na minha opinião, mas marcou a data em minha mente.

O que mais me marcou foi a paixão que os locais sentem por seu país. Espero que um dia tenhamos motivos pra sentir o mesmo orgulho do Brasil.

GEDSC DIGITAL CAMERA
Magic Kingdom, 2012.
Continue Reading

Bem vindos à bordo!

Olá! Sou a Ana, tenho 24 anos e amo viajar! Amo mais ainda poder dividir tudo que vivenciei em cada viagem, com aqueles que queiram ouvir e se empolguem junto comigo.

Minha saga com o turismo começou quando voltei do meu primeiro intercâmbio, em 2013. Fui para San Francisco, CA, e passei 2 meses por lá fazendo um curso de Publicidade e Marketing. Na época ainda era estudante de Design Gráfico, e nenhuma oportunidade de emprego surgia. Até que conversando com uma amiga minha, ela me conta que ia fazer um curso de comissária de bordo. Me interessei, pois sempre gostei de viagem, de aeroportos e aviões, e o gostinho de viajar ainda estava fresco na memória. Fui na escola em que ela fazia o curso, e visando a Copa do Mundo em 2014, me inscrevi para o curso de Agente de Aeroporto, vulgo check-in. Como era de se esperar, me apaixonei por tudo que aprendi lá. Me senti feliz por saber detalhes que sempre me interessei e que envolviam uma viagem.

Fiz seleções para TAM e Gol, e entrei no STB, mesma empresa com a qual fui cliente no intercâmbio. Foi o trabalho mais feliz da minha vida. Lá aprendi muito sobre tudo. Emitia passagens, fazia roteiros, sonhava junto com os clientes! E assim, meu amor pelo turismo só foi crescendo.

De lá pra cá, contabilizo uma viagem pra Disney World (julho/2012), o intercâmbio em San Francisco, CA (julho-agosto/2013), e a minha mais recente viagem que envolveu alguns países: Holanda, Irlanda, Inglaterra e Itália (mai-jun/2016). Fora isso, venho de uma família que ama viajar pelo Brasil, fazendo a rota São Paulo – Fortaleza de carro desde que me conheço por gente. Então do Brasil eu conheço muita coisa que também posso compartilhar com vocês!

Todos os detalhes, informações e tudo que eu puder dividir, estarão aqui. Compartilhados com muito carinho e felicidade em poder dizer: eu fui.

Livre embarque para todos vocês!

Continue Reading