A primeira parte das férias em Florianópolis você confere clicando aqui!

Texto e fotos por: Alice Bartelochi

Sobre os passeios em Floripa: vale ressaltar que a grana tava curta e não deu pra fazer muita coisa. Queríamos MUITO ter ido no passeio de navio, onde ele vai parando de praia em praia e numa trilha. Rola uma festinha ali com a galera e tem um pirata que fica animando tudo. Nós víamos esse navio direto e parecia muito divertido. Mas fica pra próxima.

Água Show Park

Definitivamente o passeio mais legal que fizemos. Eu sou uma pessoa que ama brinquedos e atrações com água, então eu tava no paraíso. Só não fui em dois toboáguas que eram muito inclinados e dava medo, de resto consegui aproveitar bem. Eu passei protetor solar no dia, muito por sinal, então toda vez que descia nesses toboáguas eu praticamente voava. Tinha que me brecar no percurso pra não voar fora do tubo na hora errada, foi assustador, mas engraçado ao mesmo tempo. A frase “cair feito bosta” ganhou outro sentido pra mim nesse dia.

Lá tem duas rampas onde dá pra apostar corrida de descida. É muito legal. E eu consegui detonar meu pé numa delas porque é muito ralo onde você cai. Precisa “cair com jeito” ou você se machuca. Tirando isso, tudo ok. A outra rampa, tem divisórias, e é muito inclinada…ela tem ondas no meio do caminho, ou seja, você sai do chão. Fomos diversas vezes nessa e eu perdi a maioria das apostas que fizemos, mas amei mesmo assim. Lá também tem um toboágua em trio, de mármore: um pequeno, um médio e um mega grande. Esse aqui deu medo. Dava medo só de olhar. Fui no menorzinho e me apavorei – isso porque tinha crianças mega pequenas indo nele – dai resolvi ir no médio por livre e espontânea pressão. Pura adrenalina. Meu amigo foi de cara no maior e preciso dizer que o vídeo dele descendo é a coisa mais engraçada da viagem toda.

Infos do parque: http://www.aguashowpark.com.br/

Férias em Florianópolis: Água Show Park e Beto Carrero

Começou a chover em um certo momento e enquanto geral corria pra se proteger, ficamos ali na piscina mesmo, cantando a música mais famosa de Sense8. É muito bom piscina com chuva. Muito mesmo. Logo o tempo abriu e voltamos a curtir as outras atrações. Acho que de todas que fomos, a da bóia dupla foi a mais legal. Descem duas pessoas, uma na frente da outra, em cima de uma bóia, num toboágua gigante. Gravamos o percurso e até hoje eu dou risada da nossa cara ali. Conseguimos repetir a atração antes do parque fechar.

A comida de lá é muito boa também. Tem um self service de sorvete maravilhoso e muita diversidade culinária. Vale muito a pena, porque não é caro como achei que fosse. Bem mais barato que SP pelo menos.

Beto Carrero

Pra ir no Beto Carrero, tivemos que fechar o pacote numa das agências de turismo de Canasvieiras. Conseguimos por R$180 o ingresso + transporte de ida e volta. Foi uma hora de viagem e no ônibus fica passando filme pra entreter o povo. É bem legal.

Férias em Florianópolis: Água Show Park e Beto Carrero

O parque não estava tão cheio assim, então deu pra curtir bastante coisa, mas tava um calor tenso então tudo que envolvia água tinha fila quilométrica. Fomos na atração do filme Madagascar, que é um bote que percorre uma leve correnteza. Bem legal, mas não molha quase nada, sai dele meio decepcionada. Tem uma casa dos espelhos lá também bem legal, nos rendeu fotos engraçadissimas. Aliás, toda decoração do parque é legal pra se tirar fotos.

Férias em Florianópolis: Água Show Park e Beto Carrero

Fizemos um safári que eu amei. Confesso que não dava nada por ele, mas achei bem feito e os efeitos sensacionais, considerando que no Brasil não temos muitas opções do tipo. A nova parte dos dinossauros que criaram é sensacional e bem interativa também. A única coisa que não funciona muito bem é a falta de logística dos funcionários. É muita lentidão até organizar as pessoas no trem, a parte de medir altura das crianças é muito desorganizada, isso acaba causando demora na hora de iniciar os brinquedos. Tem que ter paciência pra aproveitar bem o dia. Fomos no barco viking do parque, andamos no teleférico (apesar do meu medo de altura, deu pra curtir legal). A praça de alimentação do lugar tem uma grande variedade de opções também, pra todos gostos, e mais uma vez encontramos sorvetes maravilhosos. Aliás, falando em sorvete, o melhor que tomamos lá com certeza foi da Ype, de cheesecake de morango. Pensa na sétima maravilha do mundo… É essa. Fiquei chatiadissima que só tem no Sul. Infos do parque: http://www.betocarrero.com.br/home.php

Visitamos o centro de Floripa. Lá já confesso que não curti tanto assim. Me lembrou muito o centro de SP em dia de feriado quando a cidade toda ta viajando e fica meia dúzia de gato pingado na capital. Tudo fecha extremamente cedo – o que é estranho por ser o centro. O que mais valeu ali foi a vista da famosa Ponte Hercílio Luz. Conseguimos ver de dia e a noite, a coisa mais linda da cidade com certeza. Chegamos a ir numa baladinha local, bem interessante por sinal. Tinha um espaço pra galera do rock indie, outra pro funk e o mais lotado, bem no subsolo, o espaço do pop. Deu pra curtir bem.

Férias em Florianópolis: Água Show Park e Beto Carrero

O sul em si é maravilhoso, nem parece Brasil pra falar a verdade. Floripa é um lugar limpo, pessoas educadas e simpáticas, sempre dispostas a ajudar turistas, uma variedade cultural enorme, grande oportunidade pra conhecer gente nova, aprender ou melhorar o espanhol, se divertir sem gastar muito. Lugar perfeito pra você se conectar com a natureza e admirar maravilhosas paisagens naturais. Literalmente o paraíso, não vejo a hora de voltar.

Férias em Florianópolis: Água Show Park e Beto Carrero

 

Para saber mais sobre Florianópolis e o que fazer na cidade além dos parques e praias, confira esse post e esse também, do nosso parceiro Tire a Bunda do Sofá!

Posts Relacionados

Share:
Escrito por Ana Luna
Fez intercâmbio, trabalha com turismo, viajou por aí e queria um espaço pra dividir suas experiências! Também é colaboradora do Maroon 5 Brasil