Um italiano pra chamar de seu

Eu conheci o MoDi faz um pouco mais de dois anos. Estávamos os cinco em casa (pai, mãe, eu e duas irmãs). Dia das mães. Uma da tarde. Todos com fome. Cenário perfeito de filme de terror… Os paulistanos sabem bem do que falo. Qualquer lugar onde fossemos teria uma espera absurda! Datas especiais colocam todos nas ruas, já vivenciei três horas de espera, juro! Comecei a navegar e encontrei um lugar super simpático com um ar meio retrô bem ao lado da Praça Buenos Aires no bairro de Higienópolis. Dentre vários elogios destacava-se a qualidade da comida e o preço honesto. Aí gente, essa combinação de palavras conquista meu coração. Chegamos lá e claro que tinha uma espera loooonga. Mas foi tão agradável! Tomei Aperol Spritz, um drink que você não tem obrigação nenhuma de conhecer, mas dificilmente não vai gostar, que leva prosecco, aperol, água com gás e suco de laranja. Lembro que de entrada escolhemos uma delicinha chamada Cone Al Mare: lula e polvo com um molho de tomate maravilhoso por cima (salivei). De prato principal eu fui de Paleta de cordeiro assada com tagliatelli e legumes ao molho de erva. Tão macia que desmanchava, uma perdição!

13815273_1171292206268240_2089970815_n

Paleta de Cordeiro Assada com Tagliatelli e legumes ao molho de erva. Foto: Arquivo Pessoal.

De lá para cá passaram mais dois dias das mães… Adivinha onde fomos? No MoDi! Parece mentira, mas não é! Claro que além de ir nesta data eu vou muitas outras vezes. A última foi este mês e saí de lá bem feliz comendo bem sem gastar muito. De couvert eles tem um pão caseiro com azeite e caponata (R$5 por pessoa) vale muito a pena. Queria almoçar o capeletti ao brodo de legumes (R$18), mas era entrada. Falei com a garçonete e ela sugeriu que eu pedisse duas unidades e seria o tamanho de uma refeição. A carta de vinhos deles é bem variada e atende todos os bolsos (eu nunca bebo vinho lá porque para mim é longe e estou sempre dirigindo).

Fotos: Arquivo Pessoal.

Faz algum tempo que eles abriram uma filial bem pertinho, no Shopping Pátio Higienópolis. A instalação é muito charmosa e tem um clima perfeito para um almoço despretensioso com amigos ou até mesmo sozinho. Estive lá duas vezes e não dei sorte… O atendimento deixou muito a desejar. Talvez seja devido ao fato da inauguração (mais ou menos um ano), mas eu prefiro ficar com a matriz. Hoje eu digo que o Modi é o meu número. Agradável, versátil e com comida italiana bem feita e democrática! Pra todos os bolsos e todos os paladares.

Fotos: Arquivo Pessoal.

Buon apetito! Posso recomendar pra você um filme que me leva para comer um macarrão na Itália? É clichê, mas eu gosto mesmo assim. Um dia antes de ir ao Modi assista Comer, Rezar e Amar. Se estiver sem paciência, avance direto para as cenas na Itália e se prepare para babar em frente a TV.

Para quem quiser conferir, o MoDi está na Rua Cond Edifício Paquita – R. Alagoas, 475 – Higienópolis, São Paulo – SP. Clicando aqui você conhece o site deles, e aqui você vai diretamente para a página do MoDi no facebook.

Continue Reading

Vinho e comida boa na medida certa

Para inaugurar a sessão que mais dá água na boca desse blog, a Catarina Fernandes vai dar inúmeras dicas pra vocês sobre a gastronomia de vários lugares! Apreciem o post de hoje sem moderação porque tá incrível! 🙂

Eu venho de uma família na qual o ato de comer é de extrema importância. Primeiro porque eu, meu pai e meus avós trabalhamos com isso, depois porque de fato nós amamos muito comer e beber bem. Se eu pudesse faria todas as refeições com duas horas de duração (no mínimo) e ainda sempre acompanhada de um bom vinho! Por n motivos vamos combinar que não tem a menor condição… Mas de vez em quando me permito essa escapadas que se tornam verdadeiras reverências à arte do comer bem.

A última segunda feira (meu dia de folga) foi uma delas. Meu vô tem vários bordões usados nas mais diferentes situações. Uma coisa que ele adora falar é: vinho bom é aquele que a gente gosta. Concordo. Quanta besteira escolher vinho pelo preço… Já tomei alguns caríssimos que odiei. Outros baratos que fizeram a minha alegria. Agora, melhor do que vinho bom é vinho bom a preço honesto acompanhado de comidas maravilhosas. Aí meu amigo, gol de placa!

Fomos ao restaurante Museo Verônica uma relíquia pertinho de casa!!! O lugar é bem pequeno, com carinha de restaurante europeu. Tem algumas mesinhas externas, mas eu gosto mesmo é de sentar dentro. Sinto como se estivesse em Barcelona, rs. Vinhos MUITO bons custando entre R$60 e R$70. Entradinhas divinas a R$10 e R$20. De entrada, fomos de pão com tomate e jamon, Lula à dore. Prato principal a R$30 e R$35. Escolhi o arroz com lagostim e açafrão. Saí de lá com o estômago sorrindo de alegria e sem o bolso chorar. Recomendadíssimo!

Fotos: Arquivo Pessoal.

Para os que desejam conferir de perto, o Museo Verônica fica na Rua Tuim, 370 – Vila Uberabinha (próximo da Avenida Santo Amaro) em São Paulo. Curtam a página deles no facebook: https://www.facebook.com/Museo-Veronica-221421281373204/?fref=ts

Continue Reading

Guia da Baixada Santista – parte 1

Uma das idealizadoras deste blog, jornalista e principalmente amiga querida, vai contar em uma série de postagens um pouco sobre sua cidade natal e um dos principais pontos turísticos do Estado de São Paulo: Santos. Vem conhecer a baixada com a Karina Carneiro!

Texto de Karina Carneiro

No post de hoje, eu me apresento e escrevo um pouco pra vocês sobre a cidade de Santos, no litoral de São Paulo. E vou tentar te trazer pra junto de mim nessa viagem, te mostrando como pode ser maravilhoso visitar essa Cidade que eu tanto amo e tenho orgulho em morar!
Seja qual for sua intenção de viagem, Santos é o caminho certo para você. Tanto em esportes, passeios culturais, conhecimentos históricos ou simplesmente para apreciar uma pela paisagem. Acredito que seja um dos lugares mais completos que existam. E eu vou te mostrar o quão incrível pode ser um tour por essa cidade da Baixada Santista.
Você pode visitar a cidade de duas maneiras: Vindo de outros municípios da Baixada, vindo de carro pela estrada com trecho da Ecovias ou vindo do Litoral Norte, através da Balsa que liga as cidades de Santos e Guarujá. Mas, para ter uma noção do que eu vou te contar, sugiro que o primeiro lugar a visitar seja a praia.
A orla de Santos um dos lugares mais bonitos e de mais orgulho para os moradores. Com extensão de 7km, o jardim é considerado o maior jardim frontal do mundo. Aqui, é possível olhar a qualquer hora do dia, pessoas nas areias, andando pelo calçadão, praticando exercícios ou simplesmente sentadas nos bancos e nas praças do lugar curtindo o visual. Isso não é uma cena incomum de se ver por parte dos moradores.
Após conhecer as praias, você está preparado para desbravar a cidade de Santos e conhecer um pouco sobre uma das cidades mais ricas do Brasil. Mas antes, você precisa aprender uma lição: O santista se localiza através dos canais espalhados pela cidade. Ou seja, você só precisa saber em que canal está (Canal 1 ao 7) que com certeza encontrará o seu destino final!

Esportes: Você gosta de esportes? Então, impossível não começar falando sobre o Santos Futebol Clube. Maior clube da região, um dos quatro maiores times do estado de São Paulo e com torcida espalhada por todo o Brasil. Morada de Pelé, Robinho e Neymar. Passar pelo Estádio Urbano Caldeira, na Vila Belmiro, é quase que parada. Além de ter contato com um dos maiores clubes do País, você pode fazer um tour pelo Memorial das Conquistas, local onde todos os títulos do clube paulista ficam para visitação, e ainda fazer um tour pelo estádio.
Falando sobre esportes ainda, você pode visitar o local onde a história do Rei do Futebol, Edson Arantes do Nascimento, tem moradia. O museu Pelé conta com a história do jogador mais importante do mundo, além de conhecer um pouco mais sobre a vida e carreira do ex-atleta.

Estadio santos1 Estadio 2

Orla da praia1

Fonte: internet.

Mas quem pensa que Santos é só futebol, está muito enganado. Com as praias à disposição, a cidade tem em sua cultura enraizada o surfe e o skate. Com escolinhas gratuitas espalhadas pela orla, crianças e adultos podem ter contato com o esporte com o mar e o esporte aquático. Já as pistas de skates, estão espalhadas por todos os lugares e onde você pode até se arriscar a fazer uma manobras!

Essa foi a primeira parte deste especial! Semana que vem tem mais, com a parte 2 cheia de detalhes sobre a baixada pra vocês! 🙂

Continue Reading